Carta do CEO

 

O ano de 2018 foi marcado pelo início da retomada de confiança na recuperação da economia tanto dos consumidores quanto dos investidores e empresários. Ainda assim, o PIB registrou um tímido avanço de 1,1%. A inflação se manteve controlada e as taxas de juros atingiram mínimas históricas.

Ao longo dos anos e dos ciclos de negócio, mantivemos nossa estratégia de investimentos de longo prazo, inclusive no cenário de baixo crescimento de 2018, quando atingimos R$ 89 bilhões em ativos sob gestão, um aumento de 16% em relação ao ano anterior. Nossa receita líquida no fim do ano fiscal foi de R$ 18,7 bilhões e nosso EBITDA chegou a R$ 9,7 bilhões, um aumento de aproximadamente 20% em ambos os indicadores.

Nossa expectativa é de que se mantenha em 2019 o foco sobre as reformas – da previdência, tributária, fiscal e outras – necessárias para o crescimento sustentável. Projetamos um crescimento mais robusto da economia, da geração de empregos, da demanda por bens e serviços e, acima de tudo, do aumento dos investimentos no país. 


120 anos de Brasil

Em 2019, a Brookfield comemora 120 anos de presença no Brasil. Iniciamos nossas atividades no país com projetos de iluminação pública e transporte coletivo – os bondes elétricos – em São Paulo e, posteriormente, no Rio de Janeiro. Estamos hoje entre os maiores e mais tradicionais investidores no Brasil, com ativos de alta qualidade em setores importantes para o desenvolvimento nacional e com significativo potencial de crescimento. Esse longo histórico de investimentos no Brasil nos proporcionou profundo conhecimento do mercado local e capacidade comprovada de investir e gerar retornos significativos em diferentes ciclos econômicos. 

Acreditamos na solidez dos fundamentos do Brasil e sabemos que períodos de recessão e baixo crescimento econômico não são eternos. Em 2017, enquanto o investimento direto teve forte redução, investimos mais de R$ 20 bilhões em aquisições e um total de R$ 5 bilhões na expansão de nossas operações. 

Em 2018 não foi diferente. 

No setor de infraestrutura, entramos em um novo segmento com a aquisição, por R$ 7 bilhões, da Ascenty, a maior empresa de data centers da América Latina, sediada no Brasil. A Quantum, nossa empresa de transmissão de energia elétrica, conquistou uma nova concessão em leilão realizado no final do ano, ampliando seu portfólio de linhas de transmissão de 4.300 km para cerca de 5.500 km. A Arteris, nossa empresa no segmento de rodovias, também conquistou uma nova concessão no interior do estado de São Paulo, na qual serão investidos R$ 5 bilhões durante os 30 anos de vigência do contrato.

No segmento imobiliário, diversificamos nossas atividades para a área de condomínios logísticos com a aquisição, por R$ 425 milhões, de dois empreendimentos no estado de São Paulo, com área total de cerca de 200 mil metros quadrados. Na área de energia renovável concluímos a incorporação de 14 usinas eólicas no estado da Bahia, com capacidade instalada de 300MW, adquiridas da TerraForm. Também concluímos a construção de duas novas usinas hidrelétricas no estado de Mato Grosso, acrescentando à nossa carteira mais 50MW em capacidade instalada.

 
Parque eólico Renascença, Rio Grande do Norte

Parque eólico Renascença, Rio Grande do Norte

 

Consolidação do nosso posicionamento

O ano de 2018 também foi de investimentos em melhorias operacionais nas aquisições mais recentes, entre elas a NTS, uma distribuidora de gás natural com uma malha de mais de 2.000 km de gasodutos. Investimos cerca de R$ 130 milhões em melhorias de segurança da rede de dutos, empregando as mais modernas tecnologias mundiais. Além disso, a NTS concluiu uma operação de refinanciamento de R$ 5,2 bilhões – a maior emissão de dívida da história do mercado brasileiro para empresas não financeiras –, o que permitiu reduzir suas despesas financeiras em aproximadamente 22% em 2018. 

A BRK Ambiental, a empresa de saneamento básico adquirida em 2017, realizou investimento recorde de R$ 650 milhões no ano em melhorias e expansão de suas operações em diversas regiões do Brasil. 

Ao longo do ano, a Quantum investiu R$ 2,7 bilhões, enquanto a Arteris e a VLI – empresa do segmento de logística integrada – investiram R$ 1,2 bilhão cada. 

Nosso longo histórico no Brasil e nossa forte presença local nos conferem bom posicionamento para que nos beneficiemos tanto do crescimento orgânico quanto de novas oportunidades de investimento. 

Aquilo que realizamos até agora só foi possível devido à confiança de nossos investidores e acionistas, bem como à dedicação e ao trabalho do nosso time de profissionais de investimentos e dos mais de 20.000 funcionários operacionais nas diversas empresas do nosso portfólio. 

Agradecemos a todos por seu contínuo apoio e pelo bom trabalho realizado.

- Henrique Carsalade Martins

 

Conheça a Brookfield